Bromelia

Bromelia

O epífito herbáceo perene Bilbergia (Billbergia) é um membro da família das bromélias. Na natureza, essa planta é muito difundida no Brasil, mas também pode ser encontrada na Argentina, México, Bolívia e outros países da América Central e do Sul. O nome do gênero foi dado por K. Thunberg em 1821, e ele o nomeou em homenagem a Gustav Bilberg, que era um zoólogo, advogado e botânico sueco. Este gênero reúne mais de 60 espécies, algumas das quais são muito populares entre os floricultores, uma vez que tal planta se distingue por um cuidado pouco exigente e despretensioso.

Características das bromélias

A bromélia de interior é uma erva perene. O sistema radicular dos arbustos é muito bem desenvolvido, ao mesmo tempo que mantém a planta no substrato de forma confiável. Na maioria das vezes, o caule é encurtado. Muito belas placas de folhas com várias cores espinhosas, muitas vezes espinhosas, de cor verde claro formam um funil. No topo de um pedúnculo longo, cresce uma inflorescência vermelha brilhante ou amarela rica, que tem uma forma racemosa, capitata, em forma de espiga ou paniculada. A inflorescência parece muito impressionante graças às grandes brácteas. Quando o arbusto murcha, cápsulas ou frutos suculentos se formam nele, que em algumas espécies crescem juntos para formar uma semente. Até o momento, cerca de 35 espécies de bromélias são cultivadas por floricultores.

Cuidados domiciliares para bromélias

Iluminação

A bromélia, que é cultivada no peitoril da janela, deve receber condições especiais de detenção. Essa planta reage de forma extremamente negativa ao ar estagnado e também precisa de muita luz solar, mas deve ser difusa. O cômodo em que a flor cresce é sistematicamente ventilado e feito com bastante frequência, mas ao mesmo tempo o arbusto deve ser protegido das correntes de ar, e também não deve ser colocado próximo a um ar condicionado ou ventilador. Se os raios diretos do sol incidem sobre ele, ele deve fornecer proteção contra eles ao meio-dia. O fato é que os raios escaldantes do sol podem causar queimaduras na superfície da folhagem. Se possível, coloque a flor em uma janela voltada para o leste. No inverno, depois que a duração das horas de luz do dia diminui significativamente, o arbusto precisa organizar iluminação artificial adicional, enquanto é necessário direcionar a fonte de luz para o teto, e não para a flor em si.

Regime de temperatura

No verão, essa planta se sente melhor em temperaturas de 20 a 25 graus, e no inverno - de 15 a 18 graus. Não deixe a temperatura da sala cair abaixo de 12 graus, mas também certifique-se de que a bromélia não seja mantida em uma temperatura criticamente baixa por muito tempo.

Como regar

Quando cultivada dentro de casa, essa flor deve ser regada com muita freqüência e, em um período quente e seco, você terá que fazer isso todos os dias. Os especialistas aconselham deitar água durante a rega no funil formado pelas placas foliares da flor, pois é a folhagem que absorve a maior parte dos nutrientes. Mas regar uma flor com este método é bastante difícil, então primeiro você tem que aprender. Se você não tem experiência neste assunto, simplesmente despeje água no solo de envasamento. A rega é necessária quando a camada superior da mistura de solo no recipiente seca um pouco, evitando a estagnação constante do líquido no substrato. No entanto, deve haver água na panela o tempo todo. No inverno, a frequência de rega é reduzida para 1 vez em 7 dias.

Umidade do ar

Essa planta precisa de alta umidade do ar, embora não deva cair abaixo de 70 por cento. Portanto, a folhagem deve ser sistematicamente e muitas vezes umedecida com um borrifador, e um recipiente aberto com água ou um aquário é colocado próximo ao arbusto. Você também pode usar um umidificador elétrico doméstico para isso ou colocar pedras na panela e despejar um pouco de água e, em seguida, colocar uma panela sobre ela. Para regar e umedecer a folhagem, é preciso levar água fervida, que deve ser defendida por dois dias para que saia todo o cloro. Como a folhagem absorve oxigênio com a ajuda da folhagem, é imprescindível monitorar sua limpeza, para isso, pelo menos uma vez a cada 7 dias, limpe suavemente cada lâmina foliar com um pano macio úmido ou esponja.

Fertilizante

Para alimentar tal cultura, uma solução de fertilizantes minerais para plantas de interior com flor é usada. No período de primavera-verão, os arbustos são alimentados regularmente uma vez a cada 15-20 dias; no inverno, a frequência de tais procedimentos é reduzida para 1 vez em 6 semanas. A solução nutritiva é despejada diretamente no substrato, ou um método de alimentação foliar pode ser usado quando as folhas da planta são umedecidas com esta mistura.

Florescer

Via de regra, o arbusto floresce no verão. Para aproximar o momento do início da floração, pode-se recorrer a um truque, para isso é preciso colocar várias maçãs perto do vaso, então elas e a planta são cobertas com um saco de polietileno, que só é retirado após 1,5 semanas. Essas frutas liberam etileno, que estimula o florescimento do arbusto.

Nas bromélias, as flores não representam nenhum valor decorativo, mas suas brácteas são espetaculares e belas. A duração da floração depende diretamente da espécie e pode durar várias semanas ou vários meses. Quando o arbusto murchar, você pode cortar a flecha com cuidado somente depois que estiver completamente seco. O fato é que a roseta desbotada não poderá florescer novamente, e morrerá de qualquer maneira, mas depois disso haverá crianças que, com os devidos cuidados, podem se tornar plantas adultas normais depois de um tempo.

Transplante de bromélia

O transplante de tal flor é realizado apenas quando necessário, depois que o sistema radicular fica muito apertado no vaso, e ela fica saliente ou pendurada nos buracos destinados à drenagem. Em média, o arbusto é transplantado uma vez a cada 2 ou 3 anos, e é recomendável realizar este procedimento logo no início do crescimento intensivo. Para o cultivo de bromélias, use um recipiente de madeira ou cerâmica. Durante o transplante, é retirado um novo vaso, que em diâmetro será maior do que o antigo em 20-30 mm.

Antes de prosseguir com o transplante, no fundo do novo vaso, é necessário fazer uma boa camada de drenagem, após a qual uma mistura de solo levemente úmida é colocada nela para permitir a passagem de água e ar, devendo necessariamente incluir turfa e areia grossa, no meio você precisa fazer um buraco e encher a água dela. Remova o arbusto do recipiente antigo e libere cuidadosamente seu sistema de raízes da mistura de solo antiga. Em seguida, as raízes são colocadas em um buraco previamente preparado, que é então coberto com a mistura de terra. Lembre-se de compactar bem o substrato ao redor do arbusto.

Bromélias reprodutoras

Você pode propagar essa flor no final da floração de fevereiro a abril. Na base do arbusto, depois que a floração está completa, os kiki (brotos) começam a crescer. Espere 8-12 semanas, durante este tempo devem crescer e ganhar força, após o que podem ser separados com uma faca pré-esterilizada bem afiada, enquanto os cortes são tratados com carvão amassado. Deixe-os secar ao ar livre por um tempo. Uma vez que os processos separados têm suas próprias raízes bem desenvolvidas, eles podem ser plantados imediatamente em recipientes preenchidos com um substrato umedecido de areia e turfa. Para enraizar, os brotos precisam de uma temperatura de cerca de 20 graus. A primeira floração desses arbustos pode ser vista depois de um ano e meio a dois anos.

Pragas e doenças de bromélias

Doenças das bromélias e seu tratamento

Muito raramente, a bromélia é afetada por doenças fúngicas, como ferrugem e oídio. Para curar a planta doente, ela e a mistura de solo no vaso são pulverizadas várias vezes com uma solução fungicida contendo cobre. Proteja a flor dos raios diretos do sol, pois podem causar queimaduras que parecem manchas de cor marrom na superfície da folhagem, portanto, deve ser sombreada ao meio-dia, para isso a janela pode ser coberta com uma cortina de luz.

Se o líquido estagnar constantemente no sistema radicular da planta, a folhagem das bromélias perde seu turgor e começa a amarelar, especialmente se o ambiente também estiver frio. Se a rega for muito escassa e a umidade no ambiente for muito baixa, as pontas das placas de folhas ficam marrons. A partir disso, fica claro que o arbusto está adoecendo devido a cuidados inadequados ou condições de cultivo inadequadas.

Pragas e controle de bromélias

Além disso, devido ao não cumprimento das regras de cuidado, vários insetos nocivos podem se instalar em um arbusto enfraquecido. Na maioria das vezes, insetos cochonilhas ou cochonilhas se instalam nele. As pragas devem ser removidas da flor manualmente, após o que as placas das folhas de ambos os lados são limpas com um cotonete, que é umedecido previamente em uma solução de sabão. Depois de algum tempo, o arbusto deve ser enxaguado com água limpa, enquanto a superfície da mistura de solo no recipiente deve ser coberta com um filme. Se ainda houver insetos nocivos, o arbusto deve ser pulverizado com uma solução inseticida (Aktara, Fitoverm ou Aktellik). No entanto, durante o processamento, não permita que o produto químico entre no funil. Um excelente substituto para a química no controle de pragas é a infusão de tabaco.

Tipos e variedades de bromélias com fotos e nomes

Pinguim de bromélia (Bromelia pinguin)

De todas as espécies do gênero Bromelia, apenas o pinguim de bromélia (Bromelia pinguin) é cultivado por floricultores. Esta espécie é nativa do Equador, Costa Rica, México e Venezuela. A composição de tal planta contém a enzima biologicamente ativa penguinina. Nas bromélias que crescem na natureza, formam-se grandes infrutescências, que incluem frutos de forma oblonga.

No entanto, os floricultores chamam as bromélias não apenas de plantas pertencentes ao gênero de mesmo nome, mas também de espécies que pertencem a outros gêneros da família das Bromélias.

Guzmania ou guzmania

Esta planta epífita sem haste em condições naturais pode ser encontrada no sul da Flórida, Equador, Brasil, Índias Ocidentais e Colômbia. Esta planta é muito popular entre os produtores de flores. Placas de folha de couro em forma de cinto formam uma roseta de cálice; em arbustos que crescem na natureza, a água da chuva ou o orvalho da manhã se acumulam nele. A inflorescência está localizada na flecha folhosa e contém flores que não têm nenhum valor decorativo, e também possui brácteas de cores ricas em laranja, púrpura, amarela ou vermelha. Os seguintes tipos e cultivares desta planta são mais populares entre os cultivadores de flores:

  1. Cana de guzmania... Um grande arbusto apresenta uma roseta densa, que inclui placas de folhas de uma rica cor verde, com cerca de meio metro de comprimento. Existem listras marrons na superfície das placas. A inflorescência é formada em um pedúnculo curto, é constituída por pequenas flores brancas, porém, devido às placas apicais das folhas de cor laranja ou vermelha, são muito difíceis de serem visualizadas. Existem variedades: Tempo e Menor.
  2. Guzmania nicaraguense... O arbusto desta espécie é pequeno, cresce bem em casa. A inflorescência ereta em forma de espiga consiste em flores amarelo-limão, e o arbusto também é decorado com brácteas escarlates. A roseta compacta e densa inclui de 10 a 15 placas lisas de folhas linguais esverdeadas, com comprimento de cerca de 50 mm e largura de até 25 mm. Em sua superfície frontal existem pequenas escamas, e a seamy é de cor roxa ou marrom.

Mesmo em ambientes fechados, são cultivadas espécies como: gusmania em mosaico, tricolor, vermelho sangue, Ostara, uma orelha, Donnella-Smith e conífera.

Vriesea

É uma planta tropical sul-americana. As inflorescências grandes e brilhantes têm a forma de espinhos ou panícula. Pratos de folhas longas, suculentas e densas são reunidos em uma roseta espetacular. Vriezia é representada por epífitas e formas terrestres. Na maioria das vezes, as seguintes espécies são cultivadas em casa:

  1. Vriezia Sanders... Em diâmetro, a roseta atinge cerca de 0,6 m, enquanto sua altura é de até 0,4 m, consiste em placas de folhas lisas e coriáceas de cor cinza-esverdeada, muitas vezes têm uma tonalidade roxa, que é mais claramente visível na superfície rugosa de a folhagem. Pedúnculo reto ou caído na parte superior tem inflorescência composta por escovas em forma de espiga, que incluem flores e estípulas de cor amarela.
  2. Vriezia é brilhante ou bonita... Tal planta na natureza pode ser encontrada em uma floresta tropical úmida. A roseta é constituída por lâminas foliares largas lanceoladas, com cerca de 0,4 m de comprimento, são variegadas e a sua superfície parece recoberta por pinceladas transversais de cor escura. As listras são roxas e verdes escuras. No topo do pedúnculo ereto há uma ampla inflorescência em forma de espigão lanceolada, que consiste em flores amarelas e brácteas vermelho-carmim.

Mesmo em condições internas, vriezia quilhada, real, perfurada, hieroglífica e gigante também são cultivadas.

Ehmea (Aechmea)

Essa planta epífita é nativa da América do Sul e Central. Nos arbustos, as rosetas em forma de funil são formadas por placas de folha com uma borda serrilhada. Uma inflorescência espetacular é formada em um pedúnculo espesso e longo. Os seguintes tipos são populares entre os floristas:

  1. Ehmeya vermelho fosco... A roseta densa em forma de funil inclui placas foliares linguais, atingindo cerca de meio metro de comprimento, apresentam escamas na superfície e o bordo é finamente serrilhado. A superfície frontal da folhagem é esverdeada e o dorso é lilás. A inflorescência inclui brácteas vermelho-escuras e flores azuladas.
  2. Ehmeya espumante... Uma roseta solta consiste em placas de folha em forma de cinto com uma ponta arredondada e uma borda serrilhada, sua largura é de cerca de 6 centímetros e seu comprimento é de até 40 centímetros. A folhagem é esverdeada com floração azulada. No topo do pedúnculo, forma-se uma inflorescência, que consiste em brácteas rosa-escuro e flores de tonalidade vermelho-coral com ponta azul.

Mesmo em casa, você pode encontrar holosteel echmeya, tailed (barbudo), listrado, peludo, curvo, duas carreiras, Weilbach, etc.

Tillandsia

Este gênero de plantas herbáceas reúne cerca de 500 espécies. Em condições naturais, podem ser encontrados nas Américas do Sul e do Norte. A maioria das espécies dessa planta são epífitas, mas também existem litófitas crescendo em pedras, assim como espécies terrestres. Algumas espécies são amplamente cultivadas em casa:

  1. Tillandsia "Chefe da Medusa"... Esse tipo é o mais popular, tem um formato incomum. Externamente, o arbusto é semelhante a um bulbo com placas folhosas fechadas na base, que se dobram para o lado apenas na parte superior. Via de regra, a roseta foliar é invertida, o comprimento das flores de cor púrpura profunda é de cerca de 3,2 cm, a forma da inflorescência é digital ou linear.
  2. Tillandsia blue... As placas foliares são curvas e estreitas, atingem cerca de 0,3 m de comprimento e a base vermelho-acastanhada das folhas é recoberta por pequenas escamas.A densa inflorescência tem forma elíptica pontiaguda, contém pequenas flores roxas ou azuis, bem como brácteas de cor rosa ou lilás.

Ainda em condições de ambiente, cultivam-se Tillandsia Duer, Linden, Sitnikovaya, prateada, Gardner, flor de violeta, etc.

Neoregelia

É uma planta herbácea perene nativa da Colômbia, Equador, Peru e Brasil. As placas de folha lisas e brilhantes têm uma forma semelhante a uma cinta linear larga e são espinhosas ao longo da borda. No meio da saída, a folhagem costuma ser lilás ou esbranquiçada, enquanto quando o arbusto floresce, suas pontas ou ficam completamente vermelhas. Uma inflorescência racemosa cresce no meio da saída. Os tipos mais populares:

  1. Neoregelia Carolina... Em diâmetro, a roseta larga e em forma de funil atinge cerca de meio metro, consiste em placas linguais folhosas de um verde rico e brilhante, na borda das quais há um grande número de espinhos. Quando o arbusto floresce, as placas da folha superior da roseta ficam vermelhas. No fundo da roseta foliar, forma-se uma inflorescência capitato simples, constituída por brácteas de cor verde leitosa e flores lilases claras, atingindo 40 mm de comprimento. Existem variedades em que faixas longitudinais verdes, rosa ou brancas estão localizadas na superfície da folhagem.
  2. Neoregelia tigre... A estrutura de uma roseta redonda densa inclui placas em forma de língua com um topo pontiagudo, ao longo da borda eles têm espinhos marrons. A folhagem impressiona pelas riscas castanhas de forma irregular, que se localizam na sua superfície, sendo que na base o prato é coberto por pequenas escamas. A composição da inflorescência simples com múltiplas flores inclui flores roxas claras e brácteas assimétricas espatuladas de um tom vermelho pálido no ápice.

Outros tipos são cultivados em ambientes fechados: neorregélia azul, espumante, prole, pouca flor, bonita (elegante), sombria, mármore, etc.

Bromélias e o método de regá-las.


Bromelia: atendimento domiciliar.

Representantes espetaculares da família das bromélias ocuparam recentemente seu lugar de direito entre outras plantas de interior, mas já conquistaram o coração de muitos cultivadores de flores. Hoje, existem plantas exóticas brilhantes à venda para todos os gostos.

Conjuntos de vários tipos chegam às lojas com um nome geral "Mistura de bromélias"... Eles incluem guzmania, ehmeya, vriezia, cryptantus, tillandsia e outros. Esta, via de regra, já é uma bromélia adulta.

Após a floração, que pode durar de várias semanas a vários meses, a roseta-mãe morre e novos brotos laterais aparecem na base. Se desejar, você pode cultivar bromélias completas a partir delas, mas para isso você precisa ser paciente e ter um conhecimento especial.


Como cuidar dessas plantas em casa

Quase todas as bromélias estão adaptadas a climas quentes, úmidos e sombreados. Seu habitat original é úmido e eles crescem sob a sombra de árvores ou se apegam a elas.

Importante! As bromélias não toleram a exposição a grandes quantidades de luz solar direta.

Temperatura, umidade, luz

As temperaturas ideais para as bromélias estão na faixa de 15-26 ºC, mas podem sobreviver em climas muito quentes.

Plantas de casa de bromélias requerem 60% de umidade. Este nível é difícil de manter, especialmente durante o inverno, quando a casa é aquecida.

Métodos de umidificação do ar:

  • coloque um umidificador perto da planta
  • coloque uma bandeja com umidade, por exemplo, coloque seixos, elementos decorativos em uma tigela grande e funda e encha com água
  • mover algumas plantas para mais perto da bromélia, devido ao processo de transpiração, a umidade próxima a ela aumentará
  • borrife a flor regularmente de uma garrafa com um tubo de aerossol.

Nem todas as bromélias preferem luz indireta brilhante; algumas crescem em sombra constante. No inverno, eles precisam ser reorganizados na janela do lado sul.

Solo ideal para bromélias

Para esses representantes da fauna, o solo solto é adequado, que consiste principalmente de turfa alta com adição de terra folhosa e areia. O solo para Bromélias é diluído com casca, carvão, solo de coníferas, esfagno picado.


Tipos e variedades com fotos e nomes

Existem muitas variedades de bromélias... Cada um deles tem suas próprias características na aparência e no cuidado.

Pinguim

A planta contém a enzima biologicamente ativa penguinina.

Guzmania ou guzmania

A Gusmania tem um longo período de floração - cerca de 2 meses. As folhas são dobradas em uma roseta plana que atinge 25-45 cm. Após a floração, a bromélia morre. A cor é vermelha intensa.

Vriesea

Esta espécie consiste em 250 variedades terrestres e epífitas. Cerca de 150 deles são cultivados em casa. São consideradas as flores mais termofílicas da família das Bromélias. Às vezes, é necessário criar aquecimento adicional da panela.

As folhas são dobradas em um funil denso. A cor pode ser sólida ou variada. Junto com o pedúnculo, a planta atinge até 1 m.

Ehmea (Aechmea)

Um dos tipos mais populares é o ehmeya vermelho opaco. A planta tem uma roseta densa em forma de funil de folhas verdes claras. A inflorescência consiste em brácteas azuis claras e vermelhas brilhantes.

Tillandsia

É uma variedade herbácea. Uma espécie popular em ambientes internos é a Tilândia de Cabeça de Água-viva. Essa flor tem uma forma incomum que se assemelha a um bulbo com folhas fechadas, dobrando para o lado. As flores são de cor púrpura brilhante.

Neoregelia

Neoregelia é uma nativa perene do Peru, Equador e Brasil. Ele tem folhas brilhantes, semelhantes a um cinto e pontiagudas ao longo da borda. No centro da roseta, as folhas são esbranquiçadas ou roxas claras. Durante a floração, eles começam a corar.


Tipos e variedades

A diversificada família de bromélias inclui muitos representantes incríveis e decorativos:

  • Puia Raimondia... Este é o maior espécime. Seu crescimento varia com a floração. Em repouso, não ultrapassa 3-4 metros. Durante a floração de 9 a 10 metros
  • Tilandsia Espanhola... A menor bromélia. A epífita atinge uma altura de 1 metro. Ela floresce em um vermelho brilhante.

O gênero de mesmo nome inclui mais de 50 espécies. O mais famoso e decorativo:

  • bilbergia
  • vriezia
  • guzmania
  • cryatanthus.


Assista o vídeo: Cara memaksa bromelia agar banyak keluar tunas baru