Canis aureus - Chacal

Canis aureus - Chacal

GOLDEN JACKAL


Nota 2

CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA

Reino

:

Animalia

Filo

:

Chordata

Subfilo

:

Vertebrata

Aula

:

Mamíferos

Pedido

:

Carnivora

Subordem

:

Caniformia

Família

:

Canidae

Gentil

:

Canis

Espécies

:

Canis aureus

Nome comum

: chacal dourado

DADOS GERAIS

  • Comprimento do corpo : 70 - 85 cm (mais cauda de 25 cm)
  • Altura na cernelha (1): 40 cm
  • Peso: 7-15 kg
  • Vida útil: 8-9 anos na natureza, mas até 16 anos em cativeiro
  • Maturidade sexual: 11 meses

HABITAT E DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA

O chacal dourado, nome científico Canis aureus da família Canidae, é um carnívoro que encontramos nas áreas centro-norte da África; no sudeste da Europa (nos Bálcãs, Hungria, Ucrânia, Áustria, Eslováquia, Eslovênia e nordeste da Itália) e na Ásia no sul (Turquia, Síria, Iraque, Irã, Ásia Central, Índia, Sri Lanka, Myanmar, Tailândia e Indochina).

Por ser um animal onívoro e por poder tolerar ambientes secos sem problemas, o chacal dourado vive em uma grande variedade de habitats que vão desde desertos, florestas perenes, áreas semi-áridas, pastagens, savanas, até rurais e agrícolas. áreas incluindo ambientes semi-urbanos. Foi encontrado desde o nível do mar até 2000m de altitude.

CARÁTER, COMPORTAMENTO E VIDA SOCIAL

O chacal dourado vive basicamente em pares, um macho para uma fêmea. Freqüentemente, esse grupo também é acompanhado pelos filhos do casal chamados de "ajudantes", pois ajudam os pais na procriação da próxima ninhada e são subordinados em todos os aspectos aos pais. Observou-se que existe no entanto um elevado sentido de família, pois todo o grupo colabora no cuidado da mulher e dos jovens, proporcionando alimentação e proteção.

Cada grupo tem seu próprio território, com cerca de 3 km2, que é cuidadosamente marcado com urina tanto pelo homem quanto pela mulher. Ao contrário do que acontece na maioria das espécies, no caso do chacal dourado é a fêmea que controla o macho, afastando-o de quaisquer outras fêmeas que possam "distraí-lo".

A vida do grupo segue os mesmos ritmos: comem e dormem juntos fazendo as mesmas coisas ao mesmo tempo, inclusive a caça.

É um animal caçador, mesmo que não ataque animais de grande porte. Segue-se a caça aos felinos e quando, por exemplo, um leão mata uma presa, o estado de excitação toma conta e grita, atraindo outros chacais. Quando o leão deixa parte da carcaça porque está cheia, os chacais comerão o que sobrar. Quando outros animais chegam, eles pegam um pedaço de carne e o enterram em um buraco improvisado para comê-lo mais tarde em um ritmo vagaroso.

São animais que vivem em tocas que podem ficar no solo (também podem usar tocas que foram encontradas vazias por outros animais) ou em rochas. São animais principalmente noturnos, principalmente nas áreas mais freqüentadas pelo homem.

Como resultado da urbanização, vive cada vez mais perto das cidades. Na Índia, onde animais que morreram por crenças religiosas não são comidos, não é incomum vê-lo devorando uma carcaça abandonada.

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

Parece muito com um cão, tem um pelo bastante desgrenhado de cor amarelo dourado com algumas pontas castanhas, embora a cor possa tornar-se mais ou menos intensa dependendo da estação e da zona onde vive.

COMUNICAÇÃO

Cada espécie tem seu repertório específico de comunicação. O chacal dourado não é exceção e os gritos podem ser modulados in vario. Por exemplo, se dois chacais uivam juntos, isso significa que há um vínculo entre eles.

O contato físico também é importante: muitas vezes eles se arranham para fortalecer o vínculo do grupo ou casal.

HÁBITOS ALIMENTARES

O chacal dourado consome 54% dos alimentos de origem animal e o restante dos alimentos de origem vegetal: gazelas jovens, roedores, lebres, pássaros caídos e seus ovos, répteis, sapos, peixes, insetos e frutas e quando isso acontece não desprezam carniça. Muitas vezes, eles esperam pacientemente que outro animal termine sua refeição para se alimentar dos restos mortais.

REPRODUÇÃO E CRESCIMENTO DOS PEQUENOS

Não há um período preciso em que o acasalamento e os nascimentos subsequentes ocorram. Digamos que eles ocorram com mais frequência nos meses de janeiro a fevereiro na África e de abril a maio na Europa.

Os chacais dourados são animais estritamente monogâmicos e ao contrário do que se possa pensar que têm um elevado sentido de família, de facto, geralmente existem grupos de chacais dourados formados pelo casal básico e por um ou dois adultos chamados "ajudantes" que nada mais são do que os filhos do casal que permanecem com os pais, apesar de terem atingido a maturidade sexual, para ajudá-los a cuidar da próxima ninhada.

A gestação dura cerca de 63 dias ao fim dos quais nascerão 1 a 9 cachorros (a média é 2-4) que pesarão cada um 200-250 gr. Os pequeninos vêm ao mundo em covis especiais dentro do território dos pais e nascem com os olhos fechados que só se abrirão depois de dez dias.

Os jovens são amamentados pela mãe por cerca de 2 meses e depois desmamados. No início passam a ingerir regurgitação familiar e só depois de três meses passam a ingerir alimentos sólidos. Freqüentemente, os filhotes são cuidados pelos ajudantes, permitindo que os pais vão caçar para se alimentar.

Os jovens atingem a maturidade sexual por volta dos onze meses.

ESTADO DA POPULAÇÃO

O chacal dourado na lista vermelha da IUNC é classificado como um animal de baixo risco, MENOS PREOCUPAÇÃO (LC).

A única estimativa certa de sua população é de 80.000 espécimes no subcontinente indiano, enquanto não há estimativas para as populações do continente africano e europeu.

Embora não esteja em perigo iminente de extinção, é certo que sua população está em constante declínio. A agricultura e a pecuária que eram atividades que favoreciam a vida do chacal dourado estão em constante declínio, substituídas pela industrialização e pela agricultura intensiva, assim como cada vez mais as áreas que estão sendo urbanizadas.

Então, digamos que a única ameaça seja o avanço da "civilização".

A espécie está incluída no Apêndice II da CITES na Índia (Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Fauna e Flora Ameaçadas de Extinção, conhecida simplesmente como "Convenção de Washington") e cada estado tem leis nacionais para sua proteção e proteção.

IMPORTÂNCIA SOCIAL, ECONÔMICA E DO ECOSSISTEMA

O chacal dourado geralmente não é um animal bem visto, pois invade e destrói os campos cultivados de milho, cana-de-açúcar e melancia. Além disso, ele não hesita em atacar rebanhos de ovelhas. Em todo caso, deve-se dizer que ela desempenha um papel importante no ecossistema, desempenhando o papel de necrófago, comendo lixo e carniça pelas cidades. Eles também ficam de olho nas populações de roedores, lebres e coelhos.

CURIOSIDADE'

Os chacais dourados são animais que podem ser domesticados como cães de estimação e mantidos dentro de casa. A única diferença com um cão comum é que eles permanecem mais tímidos e não permitem que estranhos se aproximem deles.

No Oriente Médio é um animal muito respeitado e goza de boa reputação, a mesma que a raposa na Europa.

No antigo Egito, era um animal altamente reverenciado. O deus Anúbis, senhor do submundo, agora era representado com o rosto de um chacal e o corpo de um homem (foto acima à direita), agora como um chacal.

Observação
  1. cernelha: região do corpo dos quadrúpedes entre a borda superior do pescoço e as costas e acima dos ombros, na prática a parte mais alta do corpo (excluindo a cabeça);
  2. imagem não sujeita a direitos autorais.

Vídeo: Jackal Canis aureus - a cheeky coward! Filmed on GoPro. Film studio aves